História Nômade

Este casal está viajando as Américas gastando apenas R$ 17 por dia

De carona e com um orçamento de apenas R$ 5.000 reais esse casal de aventureiros se jogou pela América Latina. Ela tinha acabado de se formar e largou tudo, pois ambos compartilhavam um comichão que não cessava nunca: a vontade de viajar.

A Vick passou um ano sem comprar nenhum par de sapato para juntar aquela graninha para as férias. Sempre pensou que para conhecer o mundo precisaria de muito dinheiro. Até que em seu caminho surgiram provas de que ela estava errada. Já desempregada e com pouco dinheiro dividiu com o namorado Rafa a inquietação por permanecer no mesmo lugar e assim os dois fizeram as malas.

13177485_1706122036334865_634280605619251915_n

No começo eram R$ 5.000 para cada e uma reserva de R$ 2.000 que eles só usariam caso precisassem urgentemente voltar para o Brasil. A princípio, o combinado seria R$ 40 por dia por pessoa – mas assim a viagem duraria apenas 4 meses e eles decidiram prorrogar. E foi pensando e dobrar o tempo de estrada que eles chegaram nos R$ 17/dia, por pessoa.

Hoje eles já conhecem boa parte da América Latina, incluindo Argentina, Bolívia, Peru e mais uma série de outros lugares e pequenos vilarejos. Eles contam até que deixaram de visitar lugares muito turísticos, pois não é essa a intenção da viagem. A road trip deles promete ser vida normal: dias bons, dias ruins, trabalhos e alguns perrengues.

Mas como? Além de arranjar trabalhos temporários como em pubs e vendedor de comida de rua, eles contaram com a ajuda e boa vontade de muitas pessoas dispostas a os hospedarem – bem como uma senhora economia! De ir em vários supermercados fazer comparação de preços até pegar alimentos descartados em feira. Afinal, R$ 5 economizados em um orçamento de R$ 15 é 1/3 a menos.

 

MochilasdeHistorias_01

Para dormir, Couchsurfing ou o Workaway (plataforma de troca de algumas horas de trabalho por hospedagem e, às vezes, alimentação) também foram aliados, bem como hostels às vezes – mas essa não é opção preferida, pois a experiência antropológica de conhecer uma família é o que importa para esses dois.

Além da carona, de vez em quando eles também andam de ônibus por não se sentirem seguros ou não estarem em uma vibe muito boa. Eles acreditam que a boa vibração é fundamental na hora de pegar uma carona – e quem sabe até seja a chave para unir força de vontade e paixão pelo desconhecido.

Para acompanhar histórias e fotos dessa aventura – que agora pretende ir até o Canadá – acompanhe o Mochilas de Histórias no blog e no Instagram. E #ficaadica: como eles são amantes da gastronomia, o site tem até uma sessão para receitas. Vale a pena dar uma olhada!

MochilasdeHistorias_03

MochilasdeHistorias_04

13407213_1718171865129882_5136719915349241691_n

MochilasdeHistorias_07

MochilasdeHistorias_06

MochilasdeHistorias_02

Fotos: reprodução Mochila de Histórias




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!