Empreendedorismo

Por que ser feliz é simples, mas não é fácil?

Nas coisas mais simples está o sentido da vida

Todos nós vivemos no mesmo mundo e somos rodeados pelas mesmas coisas. Só que cada um de nós possui uma mente que percebe as coisas de modos diferentes (apesar de parecidos). Ou seja, todos estamos rodeados por luz, vida, brilho e positividade, mas muitos de nós, prevalentemente, enxergam a escuridão, a negatividade e o lado negro da força. Por que?

Porque é uma questão de perspectiva; de como vemos as coisas. Isso tem a ver com o modo como o nosso cérebro “filtra” as informações que nos transmite. A boa notícia é que é simples mudar estes “filtros mentais”. Mas simples não quer dizer fácil. E é sobre isso que tratamos neste artigo.

Eu sei que é duro reconhecer, mas a luz, a vida e a felicidade estão mais próximos do que imaginamos: eles estão com nós o tempo todo! É só mudar de perspectiva, mudar o jeito que você encara as coisas. Simples não? Só que eu sei… não é fácil. Eu também passei por isso e hoje entendo.

Eu fiz um desenvolvimento pessoal Ecopsicológico que transformou a minha vida, abrindo meus olhos para a felicidade que estava na minha frente e eu não conseguia ver! (mais sobre isso aqui).

Eis então o porque ser feliz é simples, mas nada fácil:

É simples assim: torne-se o observador de si mesmo

Esse é um aspecto fundamental para a felicidade: saber que você pode se tornar o observador de si mesmo. É simples! Mas não é fácil. Isso porque é preciso conseguir se olhar de fora, como se você fosse outra pessoa pensando e sentindo. Como aqueles quadros em 3 dimensões que, ao olhar rapidamente, parece não ter nada, mas ao fixá-lo atentamente conseguimos ver uma imagem! (livro “Olho Mágico” na imagem abaixo). É uma revelação estupenda, não é mesmo?

OlhoMagico

Tornar-se observador de si mesmo te dá a mesma sensação, pois você passa a perceber de repente uma coisa que sempre esteve ali, ao seu alcance, mas que ainda não tinha consciência dela. É um salto de consciência que é simples, mas nada fácil.

Mesmo quando se consegue dar esse salto, é fácil recair nos caprichos do ego e voltar a se identificar com a nossa parte mais medrosa, mesquinha e pequena. Por isso é importante relembrar frequentemente desta capacidade de “desidentificar” com nosso ego.

E porque isso é importante para a sua felicidade? Porque, ao se tornar o observador de si mesmo, você abre as portas para controlar como você se sente, e assim passamos ao ponto seguinte.

É simples assim: ser feliz é uma escolha…

Sei que muitos não vão concordar, e eu mesmo duvidava disso até uns anos atrás… Mas passei a acreditar a partir do momento em que percebi que eu podia observar e controlar os meus pensamentos.

Nós não somos capazes de controlar as situações que ocorrem na nossa vida, mas somos capazes de controlar como lidamos com elas. É simples assim: você tem o poder de controlar o seu mundo interior, e escolher como você quer estar, independente do que acontece ao seu redor.

Só que não é fácil… isso porque a gente nem sabe que pode controlar o que pensa. Isso requer o salto de consciência que citei no primeiro item. Requer uma atenção frequente ao próprio estado mental e sentimental. Isso requer mudar a ideia de que somos vítimas indefesas de tudo que nos acontece e passar a tomar as rédeas da própria vida.

E tomar as rédeas quer dizer ser responsável pelo próprio ambiente interior que cultivamos, e parar de culpar tudo a nossa volta.

IsaGama2

É simples assim: o que você coloca para fora é o que volta para você

Simplesmente sabemos que toda ação tem uma reação igual e oposta. É uma lei de Newton que também é uma lei da vida. Ela é muito simples: toda ação que você faz, tem uma reação igual e na direção oposta.

Para cada uma de nossas ações só existem consequências”, James Lovelock.

Traduzindo em miúdos: o que você coloca para fora é o que volta para você. Isso inclui também a qualidade dos seus pensamentos: quanto mais negativos, mais negatividade você terá em sua vida. É simples: para ser mais feliz, basta colocarmos para fora mais coisas que possam nos trazer felicidade. É preciso parar com a mania de ver sempre o lado negativo das coisas. Parar de projetar cenários futuros negativos e catastróficos…

Mas não é fácil pois é preciso tomar conta do seu espaço interior como uma – senão a única – meta a ser perseguida com unhas e dentes.

A coisa mais importante é tentar estar bem consigo mesmo pelo menos a maior parte do tempo. Se conseguir chegar aos 51% já é uma grande coisa!

É simples assim: cuide do seu espaço interior AGORA

Estamos muito mal acostumados a querer mudar as situações para se ajustarem ao nosso bem estar. Mas não temos controle nenhum das situações externas. A única coisa que podemos controlar é o nosso espaço interior: como estamos. Então é simples: controle o seu espaço interior ao invés de querer controlar todo o resto! Mas não é fácil…

A felicidade tem a ver com o quanto você se sente bem no momento presente. Se você não se sente bem, observe o que está pensando e sentindo, e lide com essas sensações, sem as reprimir ou ignorar. Ouça seus pensamentos, e se forem negativos, ative a sua capacidade de mudá-los. Perceba o que você sente, e deixe o sentimento passar por você no momento.

Se você conseguir ser o observador de si mesmo, será capaz de sentir um sentimento ruim sem se identificar com ele, ou seja, sem cair na tentação de achar que você é aquele sentimento. Essa é a capacidade de compreender que aquele sentimento ruim é passageiro, e assim será: ele vem, passa e vai embora. Não te bloqueia.

IsaGama3

É simples assim: faça coisas diferentes do que você faz normalmente

Somos seres de hábitos e muitos deles são maus hábitos. E bastaria mudar de hábito para conseguirmos nos sentir mais felizes. O pior dos hábitos é a nossa tendência a ver o lado negativo das coisas. Isso acontece quase que involuntariamente.

A nossa mente está acostumada projetar no futuro o passado que tivemos. Até aí tudo bem, se não fosse pela nossa tendência a projetar muito mais frequentemente as coisas negativas que nos aconteceram.

Isso provavelmente é resultado da evolução humana que criou um mecanismo para nos proteger de possíveis perigos. Para a sobrevivência na selva isso funcionava bem, mas na nossa sociedade moderna não nos serve. Muito pelo contrário, só atrapalha…

Isso nos faz ver as coisas com os olhos do passado e projetar um futuro assustador. Resultado: nos limitamos pelo medo que as coisas novas e diferentes podem nos trazer. Nos prendemos aos hábitos, às coisas que conhecemos e não nos damos muitas possibilidades de explorar o novo, porque temos medo. Assim perdemos a possibilidade de ser muito mais felizes!

Enfrentar o medo e fazer coisas diferentes é necessário para superar esse gap evolutivo que a evolução natural ainda não teve tempo de desenvolver. A frase de Tim Ferriss nos dá um bom insight sobre isso:

As coisas mais importantes nunca são fáceis (…) Por sorte é possível habituar-se ao desconforto e supera-lo” (Tim Ferriss).

Ou seja, sair da zona de conforto, daquilo que você está acostumado a fazer é a resolução deste enigma! É a resposta para ter cada vez mais felicidade na vida. Se você quer mudar, ser uma pessoa diferente, viver mais à flor da pele, com mais leveza e felicidade, precisa fazer coisas diferentes daquilo que você habitualmente faz. Caso contrário não haverá mudança.

IsaGama5

É simples assim: basta agradecer ao invés de reclamar

Ser feliz tem a ver com o seu grau de satisfação na vida. Se você se sente satisfeito, contente com o que faz, com o que você tem e com o quem você é, você é feliz.

E para isso nada mais elementar e simples do que passar a reconhecer e agradecer as coisas que você já tem, é e faz.

Simples assim: antes de reclamar, pense em 3 coisas para agradecer. É simples, mas não é fácil… por que? Porque a nossa mente está mais acostumada a reclamar, e a ver o lado negativo das coisas. Fomos condicionados deste modo, e hábitos são coisas realmente difíceis de mudar, como já falamos acima.

Então mãos – ou melhor, mente – à obra!

Tomar conta do seu espaço interior é o maior presente que você pode se dar

Cuide do seu espaço interior como se ele fosse um jardim que precisa de cuidados, e que você sabe que todas as sementes que plantar, nascerão e florescerão esplendorosas se você der a elas o que elas precisam.

É simples, mas não é fácil porque é preciso empenho. É um desafio que você precisa colocar como número 1 para você mesmo: o seu desenvolvimento pessoal. É uma escolha fundamental, a ser executada com seriedade e disciplina.

Caso contrário você volta a ser quem você sempre foi e não muda. E não faz o salto evolutivo necessário para superar a nossa mente que ainda tem muito medo de ser feliz.

Ah, e se você quer saber 3 segredos para ficar feliz em 5 minutos, abaixe esse PDF gratuito com 3 Poderosas Técnicas Ecopsicológicas para isso!

E clique aqui para o download gratuito.

PS: todos os comentários são muito bem vindos!! Conte-me o que você achou deste texto! Vou adorar ler e responder.

ass_isagama

Todas as fotos: Visual Hunt




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!