Empreendedorismo

O homem que só trabalha 6 meses do ano e aproveita o resto para pedalar pelo mundo

A maioria das pessoas – e isso inclui, muito provavelmente, você – trabalha 11 meses inteiros no ano para aproveitar um bônus de apenas um mês como quiser. Isso no Brasil, em que a legislação é bem generosa nesse sentido, enquanto alguns países oferecem apenas uma semana de férias. Mas a gente arrisca o palpite de que quase ninguém negaria um trabalho que ocupasse apenas 6 meses ao ano. E, como esse emprego dos sonhos não existia, o americano Benedict, mais conhecido como Ultra Romance, decidiu inventá-lo.

Durante a metade do ano em que está trabalhando, ele atua como um pescador comercial ou guia de pesca, além de vender partes de bicicletas online através do eBay. No restante dos dias, ele aproveita para percorrer o mundo com sua bicicleta e pode se orgulhar de não ter vivido mais de seis meses no mesmo lugar desde que tinha 15 anos.

Se a liberdade tem um custo, para Ultra Romance ele é de apenas U$ 10 por dia (cerca de R$ 34). É claro que, para manter esse estilo de vida, foram necessárias algumas escolhas, mas ele garante que valeu a pena. “Nós temos essa noção preconcebida do que o sucesso é no mundo moderno. Para mim, é parte filosofia, parte circunstância… Eu estudo história e antropologia e não tenho vergonha de não gostar de trabalhar. É apenas muito pouco natural“, conta ele.

ultra1

ultra2

ultra3

ultra4

ultra5

ultra6

ultra7

Todas as fotos: © Ultra Romance.




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!