Viagem

O Central Park, em NY, fica ainda mais incrível quando fotografado com luz infravermelha

O fotógrafo Paolo Pettigiani transformou o famoso Central Park, em Nova York, em um local surreal com fotos com luz infravermelha. O italiano começou a experimentar a técnica há dois anos em Turim, sua cidade natal, mas foi o projeto intitulado #InfraredNYC que catapultou seu trabalho para outro nível.

Falando sobre infravermelho, este é o primeiro projeto real como um meio de expressão artística“, contou Pettigiani ao My Modern Met. “O que eu gosto neste tipo de fotografia é que ela torna visível algo invisível. Meu objetivo é mostrar algo reconhecível sob um novo ponto de vista inesperado e pessoal “.

O mais famoso parque da Big Apple traduz a visão do fotógrafo com árvores e gramado ganhando tons de rosa algodão doce. A metamorfose acontece por que a vegetação saudável absorve luz azul e luz vermelha para alimentar a fotossíntese e criar clorofila. Assim, a abundante vida vegetal do parque reflete grandes quantidades de luz infravermelha que podem ser capturadas usando filtros especiais.

A arquitetura icônica de Nova York aparece no fundo, impassível pela luz infravermelha, criando uma justaposição entre a alegre vegetação rosa e a cidade urbana estoica.

Confira:

centralpaolo2

centralpaolo3

centralpaolo4

paolo-pettigiani-infrared-new-york-2

paolo-pettigiani-infrared-new-york-3

paolo-pettigiani-infrared-new-york-4

paolo-pettigiani-infrared-new-york-5

paolo-pettigiani-infrared-new-york-6

paolo-pettigiani-infrared-new-york-7

paolo-pettigiani-infrared-new-york-9

paolo-pettigiani-infrared-new-york-13

Todas as fotos © Paolo Pettigiani

Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!