Viagem

Luxo e experiências inusitadas nos trens siberianos

Se aventurar em uma viagem de trem é uma experiência que permite perceber os destinos de uma maneira totalmente diferente de uma viagem de avião. Imagine então fazer isso na lendária Transiberiana, que corta a Rússia, Mongólia e China e é a ferrovia mais extensa do mundo com mais de 9 mil km.

Onde entrar e onde descer do trem fica por conta do freguês, pois é possível escolher qualquer ponto por onde passa a ferrovia. Para comparar com uma realidade a qual estamos mais acostumados, seria algo como o nosso famoso ônibus ‘pinga-pinga’.

rota

Embora seja comum chamar toda ferrovia de Transiberiana, o passageiro pode escolher entre três rotas diferentes. A primeira delas, que começa em Moscou e termina em Vladivostok (ambas cidades russas), é o autêntico trajeto transiberiano e a rota inteira tem 9259 km de extensão. A rota que passa pela Mongólia e China se chama ferrovia Transmongólica e possui 7867 km de extensão. A última delas é a linha Transmanchuriana que também vai de Moscou a Pequim, porém passando pela Manchúria (região leste da Ásia) num total de 9001 km de extensão.

Qualquer que seja a rota escolhida, o passageiro tem a oportunidade de conhecer centenas de lugares pitorescos ao longo do caminho. No entanto é importante saber que a aventura não custa pouco e também é fundamental dispor de bastante tempo para fazer a viagem completa. Veja algumas opções de pacotes aqui e boa viagem!




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!