Viagem

Entenda as novas regras para visitar o Machu Pichu que entraram em vigor dia 1º de julho

Desde 2007, quando foi considerado pela UNESCO uma das 7 novas maravilhas do mundo moderno, o turismo em Machu Picchu só cresceu. E cresceu muito. No ano passado, por exemplo, quase um milhão e meio de pessoas passaram por lá.

É muita gente para um patrimônio histórico de difícil acesso. Por conta disso, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura impôs ao governo peruano que tomasse sérias e drásticas medidas para reduzir o número de visitantes no local.

1500918498_125283_1500930190_noticia_normal_recorte1

E na última semana, durante o Comitê de Patrimônio Mundial da Unesco em Cracóvia, na Polônia, foi aprovado o pacote de medidas propostas pelo governo para tentar frear o turismo e consequentemente impacto ambiental e cultural que isso causava.

Apesar de aprovadas somente agora, elas já estão em vigor desde o início do mês. Confira abaixo todas as novas regras:

– Estabelecimento de dois horários de visita: um primeiro grupo entre 6h e 12h; e um segundo grupo entre 12h e 17h30. (na prática, se você for do segundo e chegar às 11h te deixarão entrar; mas não foi bem explicado como sairão aqueles os que entraram no primeiro horário).

– Não é permitida a entrada na cidadela sem um guia.

– Cada guia pode levar um máximo de 20 pessoas (no site mencionam 16, mas a realidade, ao menos durante a minha estadia, é que permitiam 20).

– A entrada dá direito a permanecer apenas 4 horas dentro do sítio arqueológico.

– Durante essas quatro horas só é possível sair e entrar novamente uma vez (no site diz que não se pode sair nenhuma vez, mas a realidade é que, como dentro não há banheiros, eles deixam sair, pois do contrário haveria colapso generalizado de bexigas).

– A entrada gratuita para cidadãos do departamento de Cusco devidamente credenciados, que antes era para domingos e feriados, foi reduzida para somente aos domingos.

– É proibida a entrada com bastões de selfie, alimentos e bebidas, guarda-chuvas e sombrinhas, animais, sapatos com salto, instrumentos musicais e carrinhos de bebê.

Via © Paco Nadal/El País




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!