Tecnologia

Sem piloto: Dubai passará a oferecer táxis aéreos autônomos a partir de julho

A partir de julho de 2017 a cidade de Dubai será a primeira do mundo a permitir táxis aéreos autônomos, ou seja: sem piloto. A novidade foi anunciada nesta semana pela Agência de Estradas e Transportes (RTA) e a empresa que oferecerá o serviço será a chinesa EHang, especializada na fabricação de drones.

ehang_184-700x432

Batizado de EHang 184, o aparelho é um quadricóptero com propulsão totalmente elétrica, capaz de transportar um passageiro com uma mala, totalizando até 120 kg, por um trajeto de meia hora ou 50 km de distância. De acordo com o fabricante chinês este seria um alcance seguro para as baterias do táxi voador.

A partir da escolha do destino feita pelo passageiro em uma tela sensível ao toque, o veículo será monitorado e controlado por sinal 4G a partir de uma base terrestre. Capaz de tomar decisões sozinho e com sensores que detectam objetos próximos, no caso de emergências o equipamento avalia a situação e toma as medidas de segurança mais adequadas. Dependendo da gravidade da ocorrência registrada durante a viagem, a central de controle também poderá abortar o voo.

O único controle que o passageiro possui no equipamento é um botão de emergência que, ao ser acionado, faz a aeronave pousar no mesmo instante.

© foto Roman Logov




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!