Empreendedorismo

Duas importantes lições que podemos aprender com os heróis

É muito comum buscarmos exemplos ou histórias de vida inspiradoras que por algum motivo nos tocam e nos conectam com aquela pessoa. Mas por que fazemos isso? E se fazemos, como tirar o melhor desse hábito?
Wynton Marsalis, considerado um dos maiores trompetistas da atualidade e diretor do Jazz no Lincoln Center, em Nova Iorque, nos dá uma boa pista da importância que referências externas têm no nosso processo de desenvolvimento. Uma vez questionado a respeito do que o motivou a seguir a carreira musical, Marsalis respondeu: “Eu quero fazer as pessoas sentirem o que John Coltrane me fez sentir quando eu o ouvi pela primeira vez.”
O que Marsalis está nos dizendo? Ao escutar Coltrane ele percebeu o que era possível fazer com a música. Naquele momento mágico um novo horizonte de possibilidades se abriu para o jovem Wynton. Possibilidades que ele nem imaginava e que lhe deram impulso e energia para explorar este novo território.
Quantos seguiram a façanha, até então considerada impossível, de escalar o Everest após o sucesso da expedição de Edmund Hillary e Tenzing Norgay em 1953? Quantos recordes batemos ano após ano?
A busca por heróis, referências de que o impossível não é tão impossível assim, é fundamental para a construção de nossos projetos de vida. Se tornam metas, algo a alcançar, uma visualização de um futuro possível. Perceba que usei exemplos de personalidades famosas mas os nossos heróis estão bem próximos da nossa vida e são de carne e osso com nós: um amigo, um tio, um colega de trabalho. Aqui no Nômades Digitais você encontra muitas histórias inspiradoras para alimentar a alma e motivar seu próximo passo.
Além desse efeito motivacional de nos mostrar que é possível e que podemos seguir naquela direção, os heróis nos apresentam outra importante ferramenta de autoconhecimento. Uma que está além do óbvio e requer um pouco mais de observação. Por exemplo, o que nos faz admirar pessoas como Gandhi ou Ayrton Senna? A maioria de nós não pretende ser piloto, nem iniciar uma revolução, mas algo na história dessas personalidades nos deixa curioso por suas vidas e feitos. Nos conectamos, mas ao que?
Todo herói que escolhemos é uma projeção de nós mesmos. Os heróis são espelhos, que refletem exatamente aquilo que valorizamos, do que queremos nos tornar, do que já somos.
Por trás de todo herói que escolhemos existe um conjunto de valores que este indivíduo representa para nós. Quando nos conectamos com alguma história inspiradora, algum exemplo de vida, estamos nos conectando com algum valor que nós temos. Ter consciência, saber nomear, ter uma relação clara e direta com os seus valores é o primeiro passo para construir uma vida que para você, vale a pena ser vivida. Por um simples motivo, todas as decisões que você fez e fará na sua vida são, consciente ou inconscientemente, direcionadas pelo seu conjunto de valores.
Quando tomamos decisões conscientes, alinhadas aos nossos valores, nos fortalecemos, pois mantemos a nossa integridade. Sabe aquele alinhamento interno e sentimento de que você está fazendo a coisa certa? Ativamos a nossa bateria interna que nos dá energia para superarmos obstáculos e construirmos aquilo que desejamos.
E você? Sabe quais são seus heróis? Que valores seus eles representam? Como eles te motivam e que impacto positivo tiveram na sua vida? Compartilhe conosco a sua história e inspire outras pessoas!
bru
Originalmente publicado em overfora.com.br.
Crédito das fotos: Laura Williams

Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!