Viagem

Conheça 10 incríveis piscinas naturais no Chile

O Chile é um bom destino para quem está em busca de paisagens deslumbrantes, águas profundamente azuis, montanhas imponentes e geleiras impressionantes. De Valparaíso a Patagônia, a região chilena impressiona pela preciosidade natural que a cerca, ainda preservada e muito atraente para os inúmeros turistas em busca de aventura.

Desertos, florestas, montanhas, cachoeiras, gêiseres e lagos mostram toda a sua diversidade, sendo que as piscinas naturais se destacam, já que têm água doce de sobra para quem quiser praticar esporte ou apenas dar uns mergulhos. É na região, por exemplo, que ficam as deslumbrantes cavernas de mármore, formações naturais no meio de um dos lagos da nossa lista.

Dá uma olhada nas 10 piscinas naturais e arrume as malas:

1. Gêiser El Tatio

O maior campo de gêiseres do Hemisfério Sul e terceiro maior do mundo fica no Chile. El Tatio, que significa O avô, é um campo de elevação com altitude de 4.200 metros, dentro da Cordilheira dos Andes. Colunas de vapor e águas quentes vão te impressionar.

ElTatio

2. Cachoeira Laja

Na região de Bio Bio, a cachoeira já foi um local de culto para os araucanos. Composta por quatro quedas, pode ser acessada a pé, incluindo o ponto mais alto, com altura de 35 metros. Além de nadar, os viajantes podem passear a cavalo, caminhar e pratica rafting.

laja

3. Los Molles

Pesca e mergulho são atividades ideais para quem visita Los Molles, na região de Valparaíso, a 187 quilômetros da capital. A área de preservação mantém protegidos os animais ameaçados de extinção, que podem ser vistos por você.

molles

4. Embase El Yeso

Este reservatório na Cordilheira dos Andes, região metropolitana de Santiago, tem uma capacidade de 250 milhões m³ e é uma das principais fontes de água potável para a metrópole. As águas frias são frequentemente utilizadas para a pesca e o windsurf.

Laurence Golborne visitó el Embalse El Yeso

5. Lago Carrera (Cavernas de Mármore)

Bem onde ficam as impressionantes cavernas de mármore chilenas, o lago General Carrera tem 200 metros de água, com uma superfície de 978 quilômetros quadrados, na região da Patagônia, junto à vizinha Argentina.

carrera

6. Lago Villarrica

Durante o verão o esporte é ponto alto, entre vela, caiaque e esqui aquático. Com 25 quilômetros de extensão, o lago fica próximo à cidade de Pucon, Villarrica, e ao vulcão Villarrica.

villarrica

7. Bahia Inglesa

Litoral isolado, chama a atenção pelo contraste entre a água azul turquesa, a areia branca e as rochas negras, rodeados por um extenso deserto, a 5 quilômetros de Caldera. Dependendo da praia escolhida, dá pra praticar pesca, windsurf, kitesurf e vela.

bahia inglesa

8. Los Ojos del Salar

Dois “olhos” no meio do deserto de sal formam lagos de água doce perfeitamente redondos, a ponto de você achar que é uma miragem. A 32 km de San Pedro de Atacama, dá pra passar ainda por outros dois lagos:  a Laguna de Cejar e a Laguna Tebenquiche.

salar

9. Lago Nordenskjold 

Você até pode achar que, com este nome, o lugar fique na Islândia, mas na verdade o lago é chileno e fica dentro do incrível Parque Nacional Torres Del Paine, no sul do Chile. Caminhar entre as paisagens, descobrir a fauna e a flora do local e ainda ver de perto suas águas coloridas vai te encantar.

nordenskjold

10. Lago Llanquihue

O segundo maior lago do Chile está numa área de 860 quilômetros quadrados, cercado por praias que se tornam points para piqueniques, campings e esportes aquáticos.

llanquihue

Fotos: 1. wondermondo; 2. wikipedia; 3. ; 4. plataformaurbana; 5. hague6185; 6. exploraviagens; 7. bahiainglesachile; 8. ; 9. Jonathanan Drew; 10. thousandwonders

[via]

Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!