Empreendedorismo

Como mandar as expectativas dos outros pras cucuias e seguir seu coração?

Dentre todas as desculpas que eu vejo as pessoas darem para o fato de não estarem seguindo a voz dentro de si e recalculando suas rotas para a vida que realmente querem, algumas eu compreendo profundamente, como, por exemplo: Não SEI o que quero.

Enquanto a gente não tem clareza, a única ação é continuar indo por eliminação. Ao menos saber o que a gente NÃO quer, certo? Eu fiz isso por 13 anos. Trabalhei em coisas que eu não queria, que eu não amava, até isso ficar claro pra mim. Só quando todas as células do nosso corpo não suportam mais fazer aquilo a que nos submetemos é que temos força suficiente para dar o salto no escuro. E este salto requer essa força de todas as células. Sei disso.

Mas as desculpas que eu mais ouço são estas:
– Não consigo lidar com as expectativas dos outros sobre mim;
– Não tenho apoio de ninguém;
– Meus pais e minha família não aprovam, não me entendem.

Vem cá… você vai mesmo viver a SUA vida baseada nas opiniões e expectativas DE OUTRAS PESSOAS com relação a você? Leia essa frase novamente… e novamente… e novamente… até você realmente absorver o absurdo intrínseco a ela!

Vou te contar uma coisa… ninguém sente o que você sente! Ninguém escuta essa voz que agita o seu coração e lhe deixa inquieto. Ninguém pulsa como o sangue nas suas veias a caminho do seu coração, oxigenando suas células. Ninguém sente essa paixão que você tem por algumas coisas inexplicavelmente diferentes. Ninguém sabe qual é a sua missão, o que lhe trouxe para esta vida. E, pasme, você está deixando ESTAS pessoas que não sentem nada disso ditarem a sua realidade. E, pasme, você pode estar desperdiçando a sua vida aí. E, pasme, quem está fazendo isso consigo mesmo é VOCÊ.

Vou te contar outra coisa… não existe essa de “os outros”. Você só está vivendo isso porque uma parte sua concorda com o que eles dizem, você só está fazendo o que faz porque uma parte sua ainda não está bem resolvida. Enquanto as expectativas dos outros refletem em algum medo ou insegurança nosso, elas têm poder!

Agora quero que você escreva essa frase e guarde para depois vir falar comigo sobre ela: no exato minuto em que você estiver resolvido, determinado e seguro quanto ao que quer realmente, NINGUÉM, absolutamente NINGUÉM terá o poder de lhe tirar deste caminho. Esse momento é muito mágico, porque automaticamente as pessoas começam a reagir de outra forma. Como que milagrosamente, as opiniões mudam, o apoio vem, e se não vier ele nem mais importa. Então pare de culpar seus pais, seu namorado, seus vizinhos, seu cachorro. É VOCÊ e somente VOCÊ que ainda está nesta batalha interna indefinida. O que eles estão dizendo está ecoando nas suas sombras, nos seus medos, nos espelhos refletores das suas entranhas. Só por isso você está acreditando ainda.

Tudo bem, estar passando por este momento faz parte. A única coisa que eu quero com este texto é que você pare de jogar a sua responsabilidade sobre os outros e perceba que este é um trabalho seu: perceber que monstros estão aí criando ecos nos seus vácuos, escutar o que estão dizendo, encará-los de frente bem nos olhos e dizer a eles: eu os aceito, reconheço, agradeço, mas vocês não me servem mais. Eu nasci para manifestar a glória divina. Eu nasci para me tornar quem SOU.

A vida, ainda que isso seja um pouco triste, é uma jornada solitária, digo isso com lágrimas nos olhos. Podemos compartilhar a estrada por diversos momentos, podemos ter irmãos de fé pelo caminho, almas gêmeas, grandes companheiros. Mas ainda assim, nossa identidade é única. Quando descobrimos quem somos, podemos sentir por todos, podemos nos fundir ao todo e ainda assim manteremos a qualidade sutil de energia singular que cada um de nós agrega nesta dança magnífica do universo. Confie nela. Sinta-a. Quero dançar com você.

ass-alana

Você pode descobrir mais sobre o trabalho de Alana “Recalculando a Rota“.

Todas as fotos © Moritz Aust




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!