Viagem

5 países incríveis para estudar e fazer intercâmbio – e uma dica de como chegar lá

Estudar no exterior é o sonho de muitos jovens. Seja para dar um upgrade no currículo, aprender ou aprimorar um novo idioma ou apenas para viver uma experiência internacional, é sempre uma oportunidade interessante de se aprofundar na cultura de diferentes países. Difícil mesmo é escolher qual o destino ideal para este intercâmbio.

Afinal, o mundo tem mais de 190 países – isso se considerarmos só aqueles reconhecidos pela ONU. Ou seja: são mais de 190 lugares possíveis para o seu próximo intercâmbio. Como escolher o melhor? A gente selecionou cinco destinos que prometem ser uma ótima escolha para os estudos – e contamos como você pode dar o primeiro passo rumo a uma experiência de estudos internacional.

1. Holanda

Com um ensino superior de alta qualidade, a Holanda possui mais de 2.000 cursos ministrados em inglês – ou seja, não precisa falar holandês para estudar lá. Além de se encher de tulipas entre março e maio e de ter os moinhos de vento mais charmosos do mundo, a Holanda ainda fica em uma região central na Europa, o que permite conhecer outros países do continente. Estudar na Holanda e poder viajar de trem todo final de semana para um país diferente é uma vantagem para aqueles que escolhem esse país.

m89exykeejm-tim-gouw

2. Canadá

Considerado um dos países mais seguros do mundo pela ONG Vision of Humanity, e com os melhores índices de qualidade de vida, o Canadá é também repleto de belezas naturais. Por ser bilíngue por natureza, o destino é perfeito para quem fala inglês ou francês – além de uma ótima escolha para aqueles que pretendem estudar um dos dois idiomas. Quatro universidades canadenses se encontram entre as 100 melhores do mundo e o país é tido como um dos 10 melhores lugares para se viver de acordo com a ONU. O governo canadense tem políticas de incentivo para jovens e estudantes internacionais que queiram estudar e trabalhar no Canadá. Precisa dizer mais alguma coisa?

mfsc_mh4olc-brendan-church

3. França

Nem só de uma culinária requintada e de turismo em torno da Torre Eiffel é feita a França. O país também pode ser um ótimo destino para intercâmbio. Uma das vantagens de estudar por lá é o fato de que os estudantes internacionais possuem os mesmos benefícios que os franceses, que incluem descontos em diversas atrações e até mesmo auxílios oferecidos pelo governo. Por ser subsidiado, o ensino superior francês é de boa qualidade e muito barato – nas universidades públicas, o valor pago anualmente por aluno fica entre 180 a 400 euros. Se não bastasse, Paris foi eleita pela quarta vez consecutiva como a melhor cidade para estudantes, de acordo com o ranking da Quacquarelli Symonds.

hltkfblnvss-mvp

4. Austrália

A Austrália é o terceiro destino mais procurado por estudantes internacionais no mundo. Isso se explica facilmente quando observamos de perto a qualidade das instituições de ensino do país: oito delas estão entre as 100 melhores universidades do mundo. Existem vários programas de intercâmbio que permitem estudo mesclado com experiência de trabalho ou estudo com algum tipo de esporte radical. Deve ser por isso que o país atrai tantos estudantes brasileiros.

travel-youth

5. Portugal

Além da vantagem de poder estudar em nosso próprio idioma, os cursos de graduação em Portugal costumam ser bem mais baratos do que os das universidades brasileiras. De quebra, o país já está aceitando a nota do ENEM para ingressar na universidade, o que facilita ainda mais a vida dos estudantes. O país tem uma culinária incrível e ótimas cidades costeiras para quem pretende se aventurar e viajar de carro pelo litoral.

frspgsmd64s-tim-stief

Para dar o pontapé inicial nessa jornada, uma boa dica é visitar o Salão do Estudante, considerado a maior Feira de Intercâmbio e Cursos no Exterior da América Latina. O evento acontece em março deste ano em seis capitais brasileiras: São Paulo (dias 11 e 12), Rio de Janeiro (14 e 15), Porto Alegre (17), Curitiba (18), Belo Horizonte (19) e Salvador (21).

A feira é uma oportunidade de contatar representantes de mais de 300 instituições de ensino internacionais de mais de 15 países. Ao todo, cerca de 30 mil visitantes deverão comparecer ao Salão do Estudante e as inscrições podem ser feitas gratuitamente e online através do site, onde também é possível encontrar informações sobre os locais e horários em que o evento irá acontecer em cada cidade. Uma vez lá, os participantes poderão obter informações sobre cursos de idiomas, ensino médio no exterior, acampamentos de verão, cursos técnicos, graduação e pós-graduação nos países participantes.

salao8

Estarão presentes representantes de instituições da África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Irlanda, Nova Zelândia, Portugal, Reino Unido, Suíça e Rússia, país que participa do evento pela primeira vez este ano. A feira pode ser ainda mais interessante para quem planeja estudar em Portugal, já que o país estará marcando presença durante o Salão do Estudante com suas melhores universidades, incluindo a Universidade de Lisboa, do Porto e de Coimbra.

Além das instituições de ensino, alguns países também serão representados por seus órgãos oficiais. É o caso dos Estados Unidos, Canadá e África do Sul, que levarão representantes dos consulados à feira. Em compensação, França e Estados Unidos também contarão com seus respectivos órgãos de educação no local.

salao9

Para quem estiver em processo de preparação para um intercâmbio, a dica é participar dos seminários que irão acontecer a cada 30 minutos sobre instituições, países e tipos de cursos no exterior. Outros espaços prometem ajudar os participantes com informações sobre passagens aéreas, vistos, seguro viagem, câmbio e acomodação.

post02-todas_cidades_v1

Para ficar por dentro de tudo que irá rolar no Salão do Estudante, acompanhe também o evento através do Facebook, Twitter e no Instagram.

artigo_patrocinado




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!