Brasileiros Viajantes

10 razões para se apaixonar por Dublin e pelos irlandeses

Esta semana o Brasileiros Viajantes volta à Europa, através de Carolina Torres e seu marido. Os dois se mudaram para a capital da Irlanda há um ano e rapidamente se apaixonaram. Agora aproveitam para contar o que muda para alguém que está habituado ao Brasil – o casal é de Sampa – e aterriza em Dublin.

Dublin é atualmente um dos principais destinos de quem deseja aprender inglês na prática. Em função disso, a comunidade de brasileiros aqui é enorme! O acesso à comida e musica brasileira é totalmente fácil, e, muitas vezes, na intenção de matar a saudade e nos manter próximos aos nossos costumes, “esquecemos” de viver o objetivo ao qual viemos: intercambiar experiências.

Antes que fosse tarde, eu e meu marido optamos em nos mudar para um bairro tipicamente irlandês, cheio de casinhas, escolas, famílias, e hábitos estranhamente típicos – sim, estranhos, porque, o que para eles é natural, para nós, brasileiros trabalhadores, é um luxo! Ou um desafio, depende do ponto de vista…

Segue aqui a lista de 10 coisas que fazem me apaixonar por Dublin cada dia mais:

1. Os irlandeses são extremamente amigáveis

Realmente não tenho o que reclamar: hospitaleiros, bem humorados, puxam assunto sempre que podem. Ao trabalhar em um pub, por várias vezes tive a felicidade de presenciar mesas se unindo, onde completos estranhos terminaram a noite com abraços e sorrisos. Desde uma fila no mercado, a uma simples informação, eles são sempre simpáticos e solícitos!

Irlanda1

2. No verão, o sol se põe em torno das 22h30! (no inverno, às 16h)

Ai o verão, com seus dias longos e floridos! Nesta época alguns parques fecham às nove da noite. É um prazer trabalhar o dia todo, sair às 19h, 20h, e saber que ainda há tempo de sentar num parque ou numa praça e apreciar o sol se pôr. Porém no inverno… difícil de se acostumar!

Irlanda2

3. Segurança

Caixa eletrônico 24hs na rua, banco sem segurança na porta, policiais sem porte de arma, muros e portões baixos, carros estacionados nas ruas durante toda a noite – isso é só um reflexo da segurança aqui. Claro que há problemas de furto, mas em alguns pontos somente, e se você realmente der mole com a sua bolsa. Trabalhava de noite, e voltava sozinha às quatro da manhã. Babando, eu diria, pela tranquilidade de não ter de caminhar rápido, com uma tensão de disparar o coração.

Irlanda3

4. Não há funcionários nos caixas do supermercado

No supermercado tem uns caixas onde você pode passar suas próprias compras e pagar sozinho, sem uma pessoa fiscalizando. Ou no Luas, uma espécie de monotrilho que temos aqui, o passageiro compra o bilhete do lado de fora, antes de entrar. Não tem “cobrador”, somente uns fiscais que de vez em quando entram aleatoriamente para verificar se as pessoas compraram o ticket.

5. Dizem que o custo de vida é caro…

Não tenho muitas referências, porém, a minha maior delas é o Brasil. Aqui, trabalhando 25 horas por semana, ganhando 8,65 euros por hora, dá pra levar um vida tranquila. Sem luxos, mas confortável. Não pagamos água, a energia vem a cada 2 meses: em média 30 euros por pessoa. Internet: 15 euros, alimentação: 25 euros por semana, e aluguel: em média 270 euros (dividindo casa). Para transporte uso bike ou a pé. Sobra, em média, 450 euros!

6. A bicicleta é um meio de transporte muito eficiente

Há ciclovia por toda a cidade, leis para os ciclistas (capacete, colete, sinalizador, etc), e muito respeito por parte dos motoristas. A cidade é praticamente toda plana, então é tranquilo. E, para os que não têm bicicleta, tem o Dublin Bikes – um sistema de empréstimo onde se paga uma taxa mínima anualmente.

Irlanda4

7. A música tradicional irlandesa é muito valorizada

Violinos, gaitas, violões, vozes fortes entoando hinos históricos, brindando com sua cerveja local. Um ambiente que parece um histórico encontro de vickings é facilmente encontrado no primeiro pub que você cruzar. É arrepiante!

8. Hora do almoço

Os irlandeses têm o incrível e simples hábito de sentar na grama dos parques e praças, com suas roupas sociais, para relaxar na hora do almoço. Alguns com seus cafés, livros, jornais, ou para uma tranquila conversa.

Irlanda6

9. Halloween e Natal são comemorados durante uma semana

Incrível, engraçadíssimo, todos os dias você cruza com pessoas – adultos! – fantasiadas, se divertindo pelo principal ponto de bares aqui em Dublin – o Temple Bar. No Natal, desde um simples agasalho de lã com a imagem do Papai Noel à mulheres bem vestidas enroladas em pisca-piscas se divertindo com as amigas. Digno de uma sentada na calçada só para observar.

10. O St. Patrick´s Day!

Comemorado em 17 de março, esse festival de 3 dias celebra o padroeiro da Irlanda. Esse sim é o carnaval irlandês, com direito a desfiles. Encontra-se a cor verde espalhada por toda cidade, e maquiada no rosto das pessoas. É o único dia no ano em que vemos pessoas bebendo nas ruas (aqui é proibido…)!

Irlanda5

ass-carolt

Você pode acompanhar dicas e sugestões da Carol através do Facebook e do Tumblr ou seguir o blog Dublin Alternativa.

Todas as fotos © Carol Torres

faixa-brasileiros-grande




Aprenda a ser um Nômade Digital

31.934 pessoas fazem parte de nosso grupo fechado de dicas por e-mail. É grátis!